Publicado em: 17/09/2013 ás 08:57:36 Autor: Assessoria/Sema-MT

O transporte de madeira irá obedecer a uma nova rotina operacional de trabalho. O tema foi discutido durante  reunião realizada na semana que passou na Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), com o segmento madeireiro representado pelo Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso (Cipem). O secretário de Meio Ambiente, José Lacerda, explicou a nova padronização de procedimentos da prorrogação de Guia Florestal (GF) a ser adotado pela secretaria.


Segundo Lacerda, o Estado está criando uma rotina operacional de trabalho para que aqueles que cumprem a lei gozem dos benefícios e aqueles que não a cumprem sejam penalizados, a fim de evitar a concorrência desleal dentro da mesma atividade econômica.


O coordenador de Crédito de Recurso Florestal da Sema, Paulo Miguel Renó, explicou que os empresários devem continuar com a mesma prática, encaminhando as solicitações por email. “A novidade é que iremos encaminhar para a Polícia Militar Ambiental os documentos da prorrogação para análise das informações. Com isso, irão realizar a vistoria in loco. As demais serão feitas da mesma forma, assim que solicitada, imediatamente já fazemos a prorrogação da GF e encaminhamos a resposta, que foi autorizada”, destacou Renó.


Sobre os critérios que serão utilizados para selecionar as cargas que passarão pela vistoria presencial, Renó informou que será feita uma portaria, contendo quais segmentos, atividades e quais rotinas serão fiscalizadas. “Por enquanto será realizado aleatoriamente, mas num segundo momento, já com a Portaria estabelecida, teremos padrões em quais os casos a vistoria será obrigatória”, concluiu.


O diretor executivo do Cipem, Álvaro Leite, avaliou a decisão da Sema como uma forma de monitoramento das cargas de madeira. “Como representante do setor de base florestal, o Cipem trabalha em prol da legalidade e fortalecimento do segmento, sempre resguardando o direito daqueles que atuam de acordo com a legislação ambiental e tributária vigente”, ressaltou Leite.


Também participaram da reunião o secretário estadual de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, o superintendente de Fiscalização da Sema, coronel Osmar Lino Farias, sub-comandante da Polícia Militar Ambiental, major Benevides, representantes da Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema) e do Instituto de Defesa Agropecuário de Mato Grosso (Indea).
Notícias relacionadas

03/10/2017

Secretaria Municipal de Obras efetua a remoção de entulhos

Visualizar Notícia

02/10/2017

Em defesa do SUAS: Marli Artuzo Brunetta Participa do dia D em defesa

Visualizar Notícia

28/09/2017

Santo Antonio do Leste: Prefeitura antecipa pagamento dos servidores

Visualizar Notícia

28/09/2017

Gestão Transparente - Santo Antonio do Leste sobe no ranking da CGU

Visualizar Notícia